ProdutosPromoçõesNovidadesKits G2RContactos

 
  Daniel Pinto domina em Fradelos
Em Fradelos, perto de Famalicão, disputou-se a penúltima ronda de Motocross, no que respeita ao “Nacional” de Iniciados e “Regional” Norte/ PentaControl. Daniel Pinto voltou a dominar as operações no “Regional”, e João Oliveira também ganhou as duas mangas de Iniciados.

ler +
 
  Em Nova Iorque as motos são as estrelas de cinema!
Não existia nenhum festival de motos até agora, pois com a realização do 1º Festival de Filmes de Motos de 26 a 28 de setembro, em Brooklyn, Nova Iorque, todos os aficionados da sétima arte e do mundo das duas rodas vão passar a poder ficar a conhecer o que de melhor se faz e que alia estas duas vertentes.

ler +
 
  Leandro Filipe Lopes
O site está muito bom, com ótimos preços, o atendimento é *****, pena é terem demorado muito com a entrega da encomenda, mas ao final de 8 dias chegou e em perfeitas condições. Voltarei a fazer novas encomenda sem duvida, só espero é que da próxima sejam mais rápido. Cumprimento a todos os colaboradores [2013Maio]
 
  Erik Zeribetto
Excelente negociação. Alem de ficar muito satisfeito com o produto que comprei o atendimento por email foi sempre muito eficaz e rápido. Todas as minhas solicitações foram atendidas. Recomendo a todo esta loja [Novembro 2012]
 
 



 
Grandes duelos em Águeda


06 de Maio, 2013

Muito público compareceu no Crossódromo do Casarão para assistir a esta sexta jornada do Campeonato do Mundo de Motocross. Num belo dia de Sol, as corridas constituíram um bom espectáculo, em mais uma organização exemplar do Ginásio Clube de Águeda.
 
Na classe MX1, a primeira manga ficou assinalada pelo duelo entre Gautier Paulin e António Cairoli, que só terminou na última volta, quando o campeão do mundo sofreu uma queda quando estava a atacar a liderança de Paulin. Este piloto francês foi o vencedor, seguido do belga Clement Desalle e de Cairoli. 
 
A segunda manga teve em Antonio Cairoli o único comandante, mas durante a maior parte do tempo apenas com uma vantagem sobre Paulin na casa dos 2 segundos, e assim o suspense permaneceu até à penúltima volta, quando o francês reduziu um pouco a cadência. O italiano Cairoli regressou aos triunfos, enquanto Clement Desalle baixava de 3.º para 5.º porque caiu na última volta, quando atacava Paulin.
 
Rui Gonçalves esteve menos fulgurante que o habitual no Crossódromo do Casarão. Na primeira manga começou por surgir em 6.º, depois baixou na tabela e a meio da corrida fixou-se em 10.º, acabando por subiu a 9.º na penúltima passagem. Na segunda manga andou desde o início em 12.º, e também só na penúltima volta subiu ao 11.º lugar em que cruzou a meta. O transmontano não conseguiu bons arranques e algumas cãibras nas pernas também afectaram o rendimento. No Campeonato, Gonçalves é agora o 8.º classificado.
 
Hugo Santos alinhou como “wild card”, e na primeira manga rodou quase todo o tempo no 21.º lugar em que terminaria, enquanto na segunda ida à pista conseguiu o 18.º posto final. Já Hugo Basaúla não participou, apesar de estar qualificado, porque na véspera torceu um pé na qualificação, e as dores intensas impediram-no de alinhar hoje.
 
Quanto à classe MX2, o holandês Jeffrey Herlings foi a Águeda manter a invencibilidade no Campeonato, pois ganhou folgadamente as duas mangas. O próximo GP terá lugar no Brasil, a 19 de Maio.
 
Classificações
MX1 – 1.ª Manga: 1.º Gautier Paulin (Kawasaki) 21 voltas em 39m41,179s; 2.º Clement Desalle (Suzuki) a 20,0; 3.º Antonio Cairoli (KTM) a 36,7; (Suzuki) a 20,0; 3.º Antonio Cairoli (KTM) a 36,7; 4.º Maximilian Nagl (Honda) a 41,4; 5.º Jeremy Horebeek (Kawasaki) a 44,1; … 9.º Rui Gonçalves (KTM) a 1.28,3; … 21.º Hugo Santos (KTM) a 2 vlt; etc.
2.ª Manga: 1.º Antonio Cairoli, 21 voltas em 39m56,6s; 2.º Gautier Paulin, a 3,8; 3.º Ken de Dycker (KTM) a 8,3; 4.º Tommy Searle (Kawasaki) a 8,9; 5.º Clement Desalle, a 21,7; … 11.º Rui Gonçalves, a 53,1; … 18.º Hugo Santos, a 3 voltas.
MX2 – 1.º Manga: 1.º Jeffrey Herlings (KTM) 21 voltas 39m53,24s; 2.º Jake Nicholls (KTM a 1.18,8; 3.º Jose Butron (KTM) a 1.21,6; 4.º Christophe Charlier (Yamaha) a 1.27,9; 5.º Dylan Ferrandis (Kawasaki) a 1.30,9; etc.
2.ª Manga: 1.º Jeffrey Herlings, 21 voltas em 40m30,5s; 2.º Dean Ferris (Yamaha) a 1.08,3; 3.º Jordi Tixier (KTM) a 1.10,1; 4.º Glenn Coldenhoff (KTM) a 1.13,8; 5.º Christophe Charlier (Yamaha) a 1.20,0; etc.
 
Campeonato
MX1: 1.º Antonio Cairoli (KTM) 280 pontos; 2.º Gautier Paulin (Kawasaki) 242; 3.º Clement Desalle (Suzuki) 227; 4.º Ken de Dycker (KTM) 217; 5.º Kevin Strijbos (Suzuki) 183; 6.º Tommy Searle (Kawasaki) 180; 7.º Maxilimian Nagl (Honda) 132; 8.º Rui Gonçalves (KTM) 131; etc.
MX2: 1.º Jeffrey Herlings (KTM) 300; 2.º Jordi Tixier (KTM) 219; 3.º Glenn Coldenhoff (KTM) 183; 4.º Jose Butron (KTM) 178; 5.º Christophe Charlier (Yamaha 171; etc.
 
PORTUGUESES NO “EUROPEU”
 
Quatro pilotos portugueses estiveram envolvidos no “Europeu” de 250cc, e mais dois na classe de 125cc, cujo formato da competição foi retocada devido à grande afluência de participantes nas “dois e meio”, nada menos de 72, que tiveram de ser divididos em dois grupos para treinos e meias-finais, seguido de “last chance” antes de uma corrida final.
 
O quarteto lusitano não conseguiu o apuramento para a final das 250cc. Na sua meia-final, Sandro Peixe só completou três voltas, desistindo com um problema mecânico na sequência de queda. Também no Grupo B, Fábio Maricato foi 28.º classificado. Este foi também o resultado de Diogo Graça no Grupo A, no qual Pedro Carvalho obteve o 23.º posto.
 
Na “Last Chance”, que apurava mais quatro pilotos, os portugueses não tiveram bom arranque. Sandro Peixe conseguiu recuperar até à 12.ª posição final, Fábio Maricato foi 16.º, Diogo Graça 21.º e Pedro Carvalho desistiu logo na primeira volta, lesionado devido a queda.
 
Quanto à classe de 125cc, compareceram 37 pilotos, entre os quais Jorge Maricato e André Martins. Logo nos treinos Maricato lesionou um pé, o que condicionou o seu desempenho para o resto da jornada. Assim, na qualificação André Martins foi 32.º, e Jorge Maricato só cumpriu 7 das doze voltas, sendo 34.º. Na final desta classe, os nossos pilotos inverteram o posicionamento – Maricato foi 32.º, e Martins 34.º colocado – ficando a duas voltas do vencedor.
 
A final de 250cc foi ganha pelo suíço Valentin Guillod, com 8,8s sobre o belga Damon Graulus. Em 125cc, Paul Jonass repetiu o desempenho da jornada inaugural, ou seja, o piloto da Letónia tornou a vencer, seguido pelo alemão Henri Jacobi a 10,8s.


Fonte: Federação Motociclismo Portugal
http://fmotoportugal.pt
 
Itens
0
SHOEI BREATH GUARD
16,90 €
ALPINESTARS FASTLANE
89,90 €
SHOEI XR1100
369,90 €
SHOEI XR1100
359,90 €
  Como retirar o capacete em caso de acidente
O capacete dos acidentados deve ser retirado com muito cuidado e só se houver a certeza que pode fazê-lo (o melhor é aguardar pelo INEM), pois há riscos de danos irreversíveis nesta operação.
 
  Manual para afinação de suspensões em motos de competição
Guia para compreender a afinar as suspensões da sua moto.
 
 
 
 
Registe-se na newsletter e receba todas as novidades, promoções e noticias da G2R.