ProdutosPromoçõesNovidadesKits G2RContactos

 
  Daniel Pinto domina em Fradelos
Em Fradelos, perto de Famalicão, disputou-se a penúltima ronda de Motocross, no que respeita ao “Nacional” de Iniciados e “Regional” Norte/ PentaControl. Daniel Pinto voltou a dominar as operações no “Regional”, e João Oliveira também ganhou as duas mangas de Iniciados.

ler +
 
  Em Nova Iorque as motos são as estrelas de cinema!
Não existia nenhum festival de motos até agora, pois com a realização do 1º Festival de Filmes de Motos de 26 a 28 de setembro, em Brooklyn, Nova Iorque, todos os aficionados da sétima arte e do mundo das duas rodas vão passar a poder ficar a conhecer o que de melhor se faz e que alia estas duas vertentes.

ler +
 
  Leandro Filipe Lopes
O site está muito bom, com ótimos preços, o atendimento é *****, pena é terem demorado muito com a entrega da encomenda, mas ao final de 8 dias chegou e em perfeitas condições. Voltarei a fazer novas encomenda sem duvida, só espero é que da próxima sejam mais rápido. Cumprimento a todos os colaboradores [2013Maio]
 
  Erik Zeribetto
Excelente negociação. Alem de ficar muito satisfeito com o produto que comprei o atendimento por email foi sempre muito eficaz e rápido. Todas as minhas solicitações foram atendidas. Recomendo a todo esta loja [Novembro 2012]
 
 



 
Dakar: limitação a 450 cc e abandono da KTM


06 de Junho, 2009

A ASO, detentora da marca “Dakar” e organizadora da mais importante prova do TT mundial, anunciou ontem em conferência de imprensa mais detalhes sobre a prova de 2010, que será novamente disputada na Argentina e Chile, com partida e chegada em Buenos Aires, introduzindo algumas alterações aos regulamentos.

Entre estas, o grande destaque vai para as motos, com o anúncio da limitação de cilindrada: apenas serão permitidas motos até 450 cc, o que entrará em vigor a 100% apenas em 2011, embora, já em 2010, haja um ajustamento que permite que os amadores ainda possam utilizar as suas 660 cc.

Aos profissionais, já nesta edição, apenas é permitida a participação com as “quatro-e-meio”.

Esta medida, que se esperava há muito, não por “razões de segurança”, como a organização quer fazer crer, mas sim para atrair as muitas marcas que contam com modelos competitivos desta cilindrada, e acabar com o domínio KTM, teve como consequência imediata um comunicado da marca austríaca, a anunciar o abandono do seu envolvimento no Dakar, após oito vitórias consecutivas, e depois de ter ajudado a “salvar” a prova, quando todas as outras marcas a abandonaram.

A KTM de fora

Segundo o comunicado da KTM enviado à imprensa, “a companhia não estará mais presente no Rali na América do Sul com uma equipa oficial de fábrica ou com uma formação apoiada pela KTM. Ao mesmo tempo, a KTM sublinha que a empresa continua empenhada nesta modalidade, e vai agora concentrar os seus esforços no Campeonato do Mundo e noutros ralis importantes”.

O comunicado continua em termos duros para com a ASO, sublinhando que “a mudança súbita de regulamentos por parte da organização, desenhada para acabar com o domínio da KTM, e que chega sem nenhum aviso prévio, atinge fortemente a KTM. Hoje, apenas seis meses antes do arranque – e numa altura em que, não apenas a equipa de fábrica, mas também dúzias de equipas privadas estão em fase de profundas preparações para este difícil e complexo rali, o abandono imediato por parte do líder de mercado mundial em motos de Off Road, é a única consequência possível.

Todos os desportos precisam de mudanças e de se ajustarem a novos desenvolvimentos, de modo a que se mantenha o interesse, mas isto também requer os timings apropriados.

Temos todo o material para as 690 Rally da equipa de fábrica, bem como o de 50 unidades desta moto para clientes, nos nossos armazéns, prontas para serem construídas este mês de Junho. Os contratos dos pilotos estão finalizados e todos os membros da equipa foram contratados. As consequências financeiras que resultam destra decisão são enormes.

À parte disto, estamos chocados com a falta de lealdade por parte dos organizadores, acima de tudo devido aos enormes esforços que fizemos após o cancelamento do Dakar 2008, contribuindo para a nova edição, mesmo durante um período de crise económica”.

A KTM afirma ainda que “não temos dúvidas de que continuaremos activos nos Ralis TT. Vamos concentrar os nossos esforços no Campeonato do Mundo, e procuraremos alternativas. Talvez nos vejamos de novo em breve, com uma presença em força em solo africano, de volta às raízes”, diz um responsável da marca, quem sabe deixando antever as intenções de apoiar a 100% a Africa Race de Hubert Auriol…



Fonte: Motociclismo.pt
http://www.motociclismo.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=2463&Itemid=51
 
Itens
0
SHOEI BREATH GUARD
16,90 €
ALPINESTARS FASTLANE
89,90 €
SHOEI XR1100
369,90 €
SHOEI XR1100
359,90 €
  Como retirar o capacete em caso de acidente
O capacete dos acidentados deve ser retirado com muito cuidado e só se houver a certeza que pode fazê-lo (o melhor é aguardar pelo INEM), pois há riscos de danos irreversíveis nesta operação.
 
  Manual para afinação de suspensões em motos de competição
Guia para compreender a afinar as suspensões da sua moto.
 
 
 
 
Registe-se na newsletter e receba todas as novidades, promoções e noticias da G2R.